Sensação de areia nos joelhos pode ser Condropatia Patelar

A Condropatia Patelar, também chamada de Condromalácia ou Síndrome Femoropatelar, são termos relacionados à perda de cartilagem da patela. A sua incidência na população é muito alta, sendo ainda mais comum em pessoas mais idosas. Pode acometer ambos os sexos, porém é mais comum em mulheres.

É caracterizada por dor na região anterior do joelho ou na parte de trás da coxa, na fossa poplítea. As manifestações clínicas evidenciadas são: crepitação (“sensação de areia”), falseio no joelho e edema, podendo evoluir para uma rigidez e até limitações articulares.

A condromalácia ocorre devido a um processo inflamatório na articulação femoropatelar, e se os agentes causadores persistirem, a cartilagem vai se desgastando até chegar ao contato de osso com osso (artrose).

A condromalácia pode ser classificada em quatro graus:

GRAU I – amolecimento da cartilagem e edemas;
GRAU II – fragmentação de cartilagem ou fissuras com diâmetro <1,3 cm diâmetro;
GRAU III – fragmentação ou fissuras com diâmetro > 1,3 cm;
GRAU IV – erosão ou perda completa da cartilagem articular, com exposição do osso subcondral.

Alguns fatores podem contribuir para o aparecimento da lesão como:

– Treino excessivo

– Fraqueza

– Desequilíbrio muscular

– Atividades de impacto

– Instabilidade

A fisioterapia tem como objetivo restabelecer o equilíbrio muscular e a correção do “mal alinhamento” da patela através de programas de fortalecimento e alongamento para os estabilizadores dinâmicos da patela, contribuindo assim, para uma melhora da qualidade de vida.

Se tiver algum desses sintomas, entre em contato e agende uma avaliação.

Dra. Jéssica Bueno

CREFITO 3-196142F

Fisioterapeuta/Grupo Funcional – Unidade de Taubaté