Dor crônica: é possível viver bem

A dor crônica é aquela que persiste por mais de 3 meses e continua por mais de 1 mês após a resolução de uma lesão tecidual aguda ou acompanha uma lesão que não se cura. Pode ser dividida em primária e secundária.

A dor crônica primária é definida como a dor em uma ou mais regiões do corpo que persiste por mais de 3 meses e seus sinais vão muito além da dor, ela também pode gerar:

  • Cansaço físico
  • Distúrbio de sono
  • Diminuição do apetite
  • Perda de peso
  • Diminuição da libido
  • Constipação intestinal
  • Depressão
  • Ansiedade, sendo associada ao sofrimento emocional ou incapacidade funcional, podendo interferir em quase todas as atividades do dia a dia.

Já a dor crônica secundária está ligada à outras doenças e é considerada um sintoma, havendo a necessidade de um cuidado específico da doença primária, juntamente ao tratamento da dor. Ex: dor crônica da artrite, osteoartrite, dor crônica de origem oncológica, entre outras.

Como tratar?

O tratamento das dores crônicas, tanto primária quanto secundária, é feito de forma multiprofissional, necessitando de acompanhamento de diversos profissionais da área da saúde, sendo alguns deles o médico, o psicólogo e o fisioterapeuta.

Existem vários aliados para o tratamento fisioterapêutico da dor crônica, sendo os principais:

  • O Exercício físico e exercício terapêutico, que além de tratar lesões antigas e prevenir futuras lesões libera diversos hormônios, entre eles a endorfina, que ajuda aliviar dores e reduzir a ansiedade, e a serotonina, que auxilia na estabilidade emocional.
  • A Terapia Manual é uma boa saída para quando a dor é limitante e impossibilita a realização dos exercícios. Nesses casos, terapia manual atua, principalmente, na diminuição da dor.
  • A RPG, que trabalha a boa postura, retoma a funcionalidade e morfologia muscular e age sobre as tensões neuromusculares, gerando um trabalho mais ativo, mais global e mais qualitativo do corpo.
  • A Educação em dor, para entender o que está acontecendo com você e saber o que deve ou não fazer para evoluir bem com o tratamento.

Todos esses tratamentos devem ser orientados e realizados por profissionais, e a Masterclin conta com uma equipe preparada para te atender de forma humanizada.

Entre em contato e agende uma avaliação.

Dra Patrícia Daniele Aparecida Félix

CREFITO: 3/ 310430-F

Fisioterapeuta especializada em terapia manual – Unidade de Tremembé