Cirurgia ortognática: a importância da fisioterapia no Pré e Pós-operatório

A cirurgia ortognática é uma técnica para correção de anomalias caracterizado pelo crescimento de forma irregular dos ossos da face como maxila e mandíbula, essas alterações levam a distúrbios significativos.

É um procedimento odontológico que visa restabelecer o padrão facial em pacientes que apresentam alterações ósseas como retrusão e protusão da mandíbula, dores na articulação temporomandibular (ATM), traumas, fraturas e estética.

No pré-operatório, um dos pontos mais importantes é o planejamento cirúrgico de cada caso clínico, o fisioterapeuta acompanha e ajuda o bucomaxilo na análise do quadro para traçar planos específicos, a fim de reduzir o edema na região e promover estímulos necessários; tendo como objetivo:

– Criar consciência

– Proporcionar uma melhor estabilização e melhorar o equilíbrio dos seguimentos envolvidos 

O fisioterapeuta atua também no ambiente hospitalar:

– No pós-operatório imediato

– Após a alta hospitalar

– Intervindo nas diversas etapas do processo de cicatrização

A fisioterapia evita complicações e promove o retorno das funções, dispondo de recursos eletrofototérmicos (frio e calor), terapia manual e prescrição de exercícios para intervir no quadro doloroso, diminuindo as aderências, recuperando a amplitude de movimento mandibulares e restaurando função para o paciente voltar às suas atividades de vida diárias.

Se for precisar passar por esse procedimento, procure um fisio para te acompanhar.

Dra. Juliana Cedro 

CREFITO: 146452-F

Especialista em ATM – Unidade de Taubaté